Pular para o conteúdo principal

“Não me corta!” Mulheres imploram, mas mesmo assim são mutiladas durante parto normal

O nascimento de Pedro foi um pesadelo para a mãe dele, Milena Caramori, na época com 23 anos. A engenheira florestal chegou ao Hospital Sorocabana em Botucatu, interior de São Paulo, depois de uma madrugada em trabalho de parto. Teve as pernas amarradas e, por isso, não conseguia fazer força o suficiente para dar à luz. Para “ajudar” o bebê a nascer a enfermeira subiu na barriga de Milena espremendo o ventre dela com o peso de seu corpo (a manobra de Kristeller é sabidamente responsável por lesões sérias na mulher e, por isso, desaconselhada há décadas.) Mas o pesadelo não terminava por aí. Sem nenhuma anestesia, a médica fez uma episiotomia em Milena, ou seja, cortou o períneo, região entre a vagina e o ânus, para ampliar o canal de parto e também “ajudar” o bebê a nascer. “Eu gritava. Eu só conseguia gritar”, lembra. O parto foi assistido por diversos residentes e o marido de Milena foi deixado de fora “porque a sala estava lotada”. 
Leia mais

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Encontro de hoje: Mitos na gestação

O encontro de hoje foi interessante! Discutimos algumas lendas relacionadas à gestação, parto e pós-parto. Para variar, muito bate-papo, opiniões e relatos foram dados.... afinal todo mundo tem o que contar quando se trata de algum mito envolvendo a gravidez.  Também discutimos algumas das falsas indicações de cesáreas.... que copiamos abaixo para vocês, junto com os mitos mais comuns relacionados ao parto. É um tema bem importante e que deve ser bastante discutido para ajudar as mamães a ficarem espertas e a evitarem intervenções totalmente desnecessárias durante sua gestação! Para finalizar então, seguem fotinhos do nosso encontro!! E não esqueçam...dia 07/10 tem mais MadreSer, e com participação especial da obstetra Priscila Huguet, falando sobre pré-natal! Compareçam!

Mitos do parto MITOEXPLICAÇÃOFATOSFalta de Dilatação Muitas mulheres hoje em dia dizem que não conseguiram ter um parto porque tiveram falta de dilatação. Tecnicamente não existe falta de dilatação em mulheres normais. El…

Parto normal: você merece!

Sempre é bom obter informações e desconstruir mitos não, é? Essa imagem dismistifica alguns dos principais mitos da gestação!
(clique para aumentar)

Próximo Encontro - Puerpério

O que temos a falar é muito mais que a exaustão pelas noites perdidas de sono, é muito mais do que isso... O que é puerpério? Muitas pessoas escutam essa palavra ao longe. Pensam que ela quer dizer um período de quarentena dias após o parto. E não é nada disso. Pós parto as vezes é uma palavra utilizada para se dizer sobre o puerpério, mas o conceito é mais amplo. Aqui não estamos falando somente daquele primeiro mês de acomodação à chegada do bebê. Também não estamos falandosomente sobre o processo de exaustão física. Quando a mulher perde noites de sono, tem o sono fracionado. O que muitas vezes aparece para ela desde o terceiro trimestre da gravidez, quando a barriga a incomoda e já não tem uma posição definitiva para dormir. Puerpério é mais do que isso. É mais do que essa dedicação suprema ao bebê, que faz parte do processo de tornar-se mãe. Qual é o seu lugar no mundo depois da chegada desse bebê? Como é que a sua identidade vai se manifestar agora? Texto de Alexandre Coimbra A…